Desafio para durões: treinar na praia

Experimentámos um treino na praia com a equipa da FHIT UNIT. Resultado? Muito sacrifício, suor e intensidade. E sacrifício (já disse?)

Texto de Alexandra Pedro | Fotografia Shutterstock

Ao invés dos chinelos, da toalha e do chapéu-de-sol, desta vez transportava-se os ténis e o equipamento. O que se pretendia? Fazer um treino intenso com FHIT UNIT, uma equipa de treino funcional.

Braços, pernas, cardio e força abdominal. Tudo foi trabalho (e muito) durante 45 minutos na praia de Carcavelos (junto ao Windsurf Café), sempre sob o olhar atentos dos personal trainers.

Na chegada à praia já estava desenhado um circuito para as cerca de duas dezenas de convidados da New Balance – marca oficial da iniciativa -, na qual se incluía a DN Life.

Os exercícios de aquecimento alertaram logo para aquilo que já se adivinhava: a praia obriga a uma intensidade e força maior. O esforço para cada exercício é muito mais elevado e as primeiras gotas de suor começaram a cair aos primeiros movimentos.

A equipa da FHIT UNIT garante que estes exercícios «potenciam a performance desportiva» e «aumentam as capacidades físicas».

Rita Terruta, uma das exigentes treinadoras, começou por exemplificar os exercícios que se seguiam. Tudo parecia simples ao olhar. Agachamentos, flexões e corrida deram o alerta. O TRX, os sacos com pesos até 25 quilogramas, as cordas de fitness e os tubos de resistência aclararam qualquer dúvida sobre o desfecho daquele treino.

A ideia era simples: repetir 10 vezes cada exercício e passar para o próximo. Mas a simplicidade ficou-se pela ideia. A equipa da FHIT UNIT garante que estes exercícios «potenciam a performance desportiva» e «aumentam as capacidades físicas». No momento, não há como pensar em nada disso.

Apesar da agressividade para quem pouco faz além da caminhada de dez minutos do autocarro para o trabalho, estes treinos não deixam dúvidas sobre a sua eficácia.

A areia dentro dos ténis (na cara e no resto do corpo), o calor, o vento (e até o ar) e a (falta) de força tendem a quebrar o ritmo – que já era lento, diga-se.

Na hora da desistência surgem os especialistas do exercício, Inês Nobre, Rui Rovisco e Rita Terruda, a dizer-nos para não parar, como se o cérebro ainda acompanhasse os movimentos.

Apesar da agressividade para quem pouco faz além da caminhada de dez minutos do autocarro para o trabalho, os treinos da FHIT UNIT não deixam dúvidas sobre a sua eficácia. Para os mais céticos, uma dedicatória: as dores dos dias seguintes.

As aulas FHIT UNIT realizam-se sempre na praia de Carcavelos e para se inscrever tem de aceder ao site (clique aqui). Pode optar pelo treino «sunset», às terças, pelas 19h, ou pelo «sunrise», às 7h de quinta-feira. As aulas têm o custo de quatro euros.

Além dos evidentes benefícios físicos, garante a equipa da FHIT UNIT que estes treinos têm também benefícios no que diz respeito à redução de stress, tensão, raiva e até depressão. Com todo o esforço físico que implica, não há preocupação que lhe valha.