5 formas de começar o ano de forma saudável, segundo a OMS

O que comemos e bebemos condiciona a saúde física e mental. Foi a pensar nesta premissa que a OMS decidiu reunir cinco dicas alimentares para começar 2019 de forma saudável.

Texto de Alexandra Pedro | Fotografias Shutterstock

A saúde e alimentação estão diretamente relacionadas – infeções, alguns tipos de cancro, diabetes e doenças cardiovasculares podem desenvolver-se devido a uma dieta desequilibrada. Foi a pensar nisso – e nos desejos que normalmente surgem no Ano Novo -, que a Organização Mundial de Saúde reuniu cinco formas de tornar a sua dieta mais saudável.

«O que comemos e bebemos afeta a capacidade de o corpo combater infeções, além de provocar doenças como a obesidade, diabetes, doenças cardíacas ou até alguns tipos de cancro», pode ler-se no site da organização.

Segundo a OMS, existem algumas dicas que podem tornar os seus hábitos alimentares mais saudáveis.

Se um dos seus desejos para 2019 é ter mais cuidado com a alimentação, deve consultar estas cinco sugestões da Organização Mundial de Saúde.

Aposte na variedade

Os corpos são bastante complexos e, por isso, precisam de uma grande variedade de nutrientes e vitaminas. Quanto mais variedade introduzir na sua dieta, mais nutrientes poderá encontrar. Carne, peixe, leite, ovos, batatas, arroz ou vegetais. Vale tudo.

Utilize menos sal

Aumento da pressão arterial, risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e derrames. Estas são algumas das preocupações da OMS em relação ao consumo excessivo de sal. A ingestão de sal recomendada pela organização é de até 5 gramas por dia. No entanto, um estudo recente realizado a nível nacional indica que os portugueses consomem mais do que a média recomendada.

Reduza nas gorduras e no óleo

«Todos precisamos de gorduras na nossa dieta, mas em demasia pode aumentar o risco de obesidade ou doenças cardíacas», escreve a OMS. Deve, portanto, evitar grandes doses deste tipo de alimentos.

Limite o açúcar

Organização Mundial da Saúde garante ser o veneno do século XXI, causador de problemas metabólicos graves como obesidade, hipertensão, diabetes e processos inflamatórios associados a cancros, esclerose múltipla ou doença de Alzheimer. É por isto, que uma das dicas para manter uma dieta saudável é a redução do consumo de açúcar.

Evite bebidas alcoólicas

Associado à passagem de ano, festas ou saídas à noite está o consumo excessivo de álcool. A Organização Mundial de Saúde alerta para a frequência com que ingere bebidas alcoólicas ou para o consumo desmedido das mesmas. Os efeitos a longo prazo podem significar lesões no fígado, bem como, doenças cardíacas ou mentais.


Veja também:

Perder uns quilos a abrir o ano? É assim que se faz