Sou alérgico ao meu animal de estimação. Tenho de me livrar dele?

Sempre que está em contacto com o seu companheiro de quatro patas o corpo reage? Os espirros, o corrimento nasal e a comichão nos olhos são os primeiros sinais de alergia quando se tem um animal de estimação em casa.

Texto DN Life | Fotografias Shutterstock

Não se sinta sozinho nesta luta: 26% dos europeus também tem alergia ao seu animal de estimação, de acordo com um estudo publicado pelo Journal of the European Academy of Allergy and Clinical Immunology.

«A alergia ao pelo dos animais pode estar associada a outras doenças, como é o caso da asma e da rinite. Muitas vezes, os sintomas podem tornar-se crónicos devido à convivência com o animal», disse à Buena Vida, Ignácio Dávila, o líder do estudo e chefe do departamento de alergologia do Hospital Universitário de Salamanca, em Espanha.

Mas, nem todos reagem ao problema da mesma maneira. «Há diferentes tipos de gravidade», explica o médico. Quando os sintomas se manifestam num período até quatro semanas seguidas e ocorrem durante menos de quatro dias por semana, considera-se que é uma alergia irregular, que passa com a ajuda de sprays nasais ou anti-histamínicos. Segundo Dávila, «evitar ter um animal é o mais eficaz.»

No entanto, se já tiver um animal de estimação, há alguns truques que o podem ajudar a controlar a alergia. E o melhor de tudo é que pode continuar a viver com o seu companheiro de quatro patas.

Faça o teste

Em primeiro lugar, se ainda não sabe se é alérgico ao seu animal de estimação faça o teste e proteja-se das alergias. Lembre-se: mais vale prevenir que remediar.

Lave-o com regularidade

É verdade, os gatos odeiam água. Mas, em primeiro lugar está a sua saúde. Para reduzir as concentrações de alérgenos, presentes no corpo do animal, lave-o pelo menos duas vezes por semana.

Não durma com o animal

Evite que o seu amigo de quatro patas se deite na sua cama, mesmo que adore dormir com ele entre os lençóis. Caso aconteça, troque regularmente as suas almofadas e a roupa da cama.

Visite o médico

Os anti-histamínicos e os sprays nasais, podem reduzir os sintomas da alergia. No entanto, nunca se deve automedicar. Faça uma visita ao seu alergologista e saiba qual é o tratamento indicado para si.