Fibromialgia: alimentos que ajudam os doentes

Por terem anti-inflamatórios, antioxidantes e enzimas naturais, merecem destaque na dieta dos fibromiálgicos, afirmou o renomado botânico James A. Duke à revista Prevention.

Texto de Ana Pago | Fotografia de iStock

Figos

São ricos em ácido málico, que suaviza a fadiga dos músculos doridos, e em ficina, uma enzima anti-inflamatória que alivia as dores e complicações decorrentes da inflamação. Figos frescos também fornecem níveis elevados de magnésio e manganês, quase sempre em falta nos doentes fibromiálgicos.

Espinafres

E outros vegetais de folha verde contêm magnésio, deficitário na maioria das pessoas que sofrem de fibromialgia. Uma só chávena de espinafres cozidos pode neutralizar os sintomas de cansaço, insónia, stress e cãibras musculares.

Pimenta-malagueta

Longe de apenas apurar o sabor de alguns pratos, a capsaicina (substância química que faz com que ardam) destas pimentas vermelhas pode ter um efeito analgésico sobre as dores se for aplicada nas articulações dos fibromiálgicos três a quatro vezes por dia, em pasta ou creme.

Ananás

Tal como nos espinafres, basta uma chávena desta fruta para aplacar as dores causadas pela doença, graças aos seus minerais e enzimas: a bromelina reduz inchaços e inflamações; o manganês favorece a formação de colágeno, que contribui para uma menor sensibilidade à dor.

Trigo-sarraceno

Ainda melhor fonte de ácido málico do que os figos, pode usar-se para fazer panquecas para o pequeno-almoço ou servir grumos de trigo-mourisco às refeições em vez de arroz.