Céus de Portugal recebem chuva de estrelas esta noite provocada pelo Halley

Meteoros das Oriónidas, resultantes dos detritos do famoso cometa Halley, serão visíveis em Portugal esta noite às 20:00.

Os céus de Portugal estão a ser riscados por uma “chuva de estrelas” que, esta noite, terça-feira 22 de outubro, atingirá o seu pico máximo. Trata-se dos meteoros das Oriónidas, resultantes de detritos do cometa Halley, que periodicamente passam junto ao nosso planeta.

Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa, às 20:00 desta terça-feira (hora de Lisboa) o número de meteoros a cruzar a atmosfera terrestre será de 20 por hora, no que é o momento alto do fenómeno que se regista desde o dia 2 de outubro e se prolongará até 7 de novembro.

Este aumento de intensidade facilitará a observação a olho nu das “estrelas cadentes”, apesar de não ser expectável que estas atinjam um grande nível de luminosidade.

“As Oriónidas são chuvas de fraca intensidade”, escreve o Observatório Astronómico que, para as observar, aconselha a “evitar noites nubladas e a poluição luminosa das grandes cidades, e procurar um horizonte desimpedido”.