«Tenho tido perdas de urina. O que pode causá-las?»

Incontinência urinária

Temos consultório aberto 24 horas por dia, todos os dias, pelo e-mail consultorio@dnlife.pt. Envie as suas dúvidas sobre saúde e bem-estar, físico e mental. Nós respondemos, com a ajuda de médicos e especialistas.

O urologista Ricardo Pereira Silva responde a uma questão relacionada com perdas de urina involuntárias.

Ultimamente tenho ido com mais frequência à casa de banho e, por vezes, não consigo evitar algumas perdas de urina. Reduzi o consumo de água mas continuo com este problema. Não tenho sangue na urina. O que poderá estar a causar esta situação e como evitá-la?

É essencial excluir com segurança a hipótese de infeção urinária, através da realização de análises à urina, até porque a infeção pode ocorrer sem aparecimento de sangue.

Na ausência de infeção, o aumento do número de idas à casa de banho pode estar relacionado com um aumento do volume urinado, nomeadamente pelo aumento da ingestão de líquidos ou de situações como diabetes ou toma de diuréticos.

Ainda assim, o mais provável, principalmente se ocorrem episódios de incontinência (perda de urina), é estar perante um quadro de bexiga hiperativa.

Esta é uma doença que se carateriza por episódios de urgência urinária, ou seja, uma vontade súbita e inadiável de urinar, com sensação de perda iminente, que pode então chegar a ocorrer.

Como esta incontinência resulta de contrações involuntárias da bexiga, a perda de urina pode ser em grande quantidade, causando enorme constrangimento.

Para além de apresentarem idas demasiado frequentes ao WC durante o dia, geralmente os doentes acordam também durante a noite para urinar (sintoma denominado noctúria), o que pode ser extremamente incomodativo.

Perante sintomatologia deste tipo, o doente deve ser observado por um urologista para confirmação do diagnóstico e instituição de tratamento adequado.


Veja também:

«Manchas na pele, escuras, são normais com o envelhecimento?»