Vai começar a correr? Não cometa estes 5 erros

Correr é uma forma eficaz de ficar em forma e praticamente toda a gente pode fazê-lo. Não precisa de se matricular num ginásio nem de equipamento caro para começar. Basta querer e programar-se. E não cometer nenhum destes erros tão comuns nos principiantes.

Texto de Ana Patrícia Cardoso | Fotografia de iStock

Querer fazer muito logo no início

Um dos maiores erros dos novos corredores é querer fazer logo tudo da primeira vez. Começar um novo hobby gera excitação e todos achamos que conseguimos correr pelo menos 20 minutos. Muitas vezes, esse não é o caso e 20 minutos é muito tempo. Comece devagar, com intervalos, e dê ao seu corpo tempo para se adaptar ao novo exercício. Aumente a distância e intensidade gradualmente, sem se apressar. Começar devagar não faz de si pior atleta. Pelo contrário. Vai diminuir o risco de acidentes, enquanto incorpora a nova rotina. É um caso para o ditado «devagar se vai ao longe».

Correr todos os dias

Principiantes entusiasmados podem pensar que é preciso correr todos os dias (ou quase todos) para alcançar os objetivos a que se propuseram. Não podiam estar mais enganados. A corrida é um desporto de grande impacto para o nosso corpo, sobretudo para aqueles que estão a começar e não têm os músculos ou ossos preparados para esse tipo de esforço. Por isso, quando fizer o seu plano de corridas, inclua os dias de descanso. É muito importante.

Não usar o equipamento adequado

Ainda que não tenha de gastar fortunas no equipamento para a corrida, não pode sequer pensar em começar a correr sem um bom par de ténis. Faça alguma pesquisa sobre as diferentes marcas e vá a uma loja para falar com alguém que possa aconselhar-lhe o par ideal para si. Vai fazer toda a diferença na sua postura, no esforço que está a fazer, na qualidade do seu treino. Para as mulheres, um bom soutien desportivo é uma mais-valia para correr.

Se doer, é para parar

Correr pode tornar-se desconfortável, especialmente se está a começar. É um sentimento natural e faz parte da sua evolução enquanto corredor. Mas sentir dor é toda uma outra história. Se algo está a doer, o melhor é parar e consultar um especialista sobre o assunto. Cuide de si. Não faz de si pior atleta se parar um momento e reavaliar a sua condição física. Pelo contrário. Terá mais hipóteses de evoluir a sério se não tiver contratempos. Não quer acabar encostado no passeio, pois não?

Comparar-se aos outros para quê?

Quando pensa em começar a correr, é díficil não entrar em comparação com os outros. Porque correm mais tempo, mais depressa, estão em melhor forma física, tudo parece motivo para se sentir inferior. E até desmotivado para seguir em frente, ao seu ritmo. O que precisa de lembrar é que todos os profissionais foram iniciantes em algum momento, começaram da mesma forma. O melhor é mesmo sentir que começou uma viagem individual e tente sempre superar os seus resultados, não os dos outros.