Esta fonte de letra aumenta a memória

Chama-se Sans Forgetica e foi criada por cientistas australianos para nos ajudar a recordar.

Texto de Ana Pago

Quem vê a Sans Forgetica pensa logo que raio de fonte é aquela, cheia de cortes nas letras como se alguém lhes tivesse passado uma borracha por cima. A verdade é que é isso que a torna inesquecível na memória de quem a lê, garantem os cientistas do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne, Austrália, que a criaram.

Após darem a ler várias notas escritas a 400 estudantes, umas em Sans Forgetica, outras em Arial, os resultados mostraram que 57 por cento recordavam muito melhor a primeira.

«A mente procura completar naturalmente essas formas com falhas e, ao fazê-lo, desacelera o processo de leitura e estimula a memória», explica o professor de tipografia Stephen Banham, que ajudou a desenvolver a fonte segundo este princípio da «dificuldade desejável».

Certo é que após darem a ler várias notas escritas a 400 estudantes, umas em Sans Forgetica, outras em Arial, os resultados mostraram que 57 por cento recordavam muito melhor a primeira.