Experimentador: quando o corpo se rende a uma massagem terapêutica

A proposta era clara: ir até ao Sublime Comporta conhecer o novo espaço de spa e experimentar a terapia com pindas ayurvédicas orgânicas.

Texto de Alexandra Pedro | Fotografia iStock

À chegada, um inquérito inicial. Nome, idade, existência (ou não) de alergias, cuidados a salientar e, por fim, as questões que interessavam: qual a zona preferencial para a massagem e o nível de intensidade da mesma.

Já na sala de massagens, depois de uma breve explicação sobre tudo o que iria acontecer, o aroma a lavanda despertava a sensação de harmonia e tranquilidade.

Já deitada, de corpo alinhado para baixo, a cabeça foi a primeira a ser submetida à experiência. Seguiram-se as costas, rendidas às pindas ayurvédicas e ao óleo que as acompanhou.

O spa do Sublime Comporta não é restrito a hóspedes do hotel. A terapia com pindas ayurvédicas orgânicas tem o valor de 175 euros

Pernas e braços tiveram direito a tratamento igual, cada qual com as suas especificidades, com a intensidade pretendida e especial atenção ao pescoço e à parte superior das costas – zona escolhida como preferencial no questionário.

Os níveis de tensão ali enraizados e os nervos que teimavam em comprimir não tardaram a desaparecer. De seguida, já na segunda fase da terapia (de barriga para cima, leia-se), o processo de relaxamento prosseguiu e o corpo – talvez demasiado habituado a más posturas e sobrecargas – gritava para que as pindas não mais o largassem.

A felicidade terminou ao fim de 90 minutos. Na hora da despedida, ficou a promessa de um regresso rápido e energias renovadas até novos desconfortos.

Como fazer?

O spa do Sublime Comporta não é restrito a hóspedes do hotel. A terapia com pindas ayurvédicas orgânicas tem o valor de 175 euros, com duração de 90 minutos. Além das massagens corporais e dos tratamentos de rosto, existem também outros ligados à medicina tradicional chinesa, como acupuntura, tui-na ou auriculoterapia.


Veja também:

Beba um chá que isso passa