O futuro dos jovens em discussão na Aula Magna

Group of people applauding at a press conference.

Em Portugal há três milhões de jovens com menos de 25 anos. O que esperam do futuro? Quais as decisões que mais os preocupam, as principais necessidades e receios? Este é o mote da iniciativa 3 Milhões de Nós que vai decorrer no próximo dia 10 de novembro, na Aula Magna.

Texto e Ana Patrícia Cardoso

Ricardo Araújo Pereira, Catarina Furtado, Zé Diogo Quintela ou o pediatra Paulo Oom são alguns dos oradores que vão estar presentes na Aula Magna. Em palestras e mesas redondas vão ser discutidos temas tão distintos como espiritualidade, voluntariado, empreendedorismo ou universidade.

Cristina Viegas, da organização, salienta que o objetivo é que «os jovens possam ter acesso a testemunhos de pessoas que acreditam no seu futuro e que vêm partilhar as suas experiências. Temos pessoas de campos diferentes porque queremos falar de tudo um pouco.»

Pensado para jovens dos 16 aos 25 anos, o congresso pretende fornecer ferramentas para os momentos decisivos que acontecem durante este período. «Estão na fase de tomar grandes decisões para a vida, como pessoas e como profissionais. É aquela fase complicada em que temos de decidir o que queremos ser, em tantos aspetos. Todos sabemos como é difícil», diz Cristina.

O evento, que conta com parceiros institucionais como a Universidade Católica, Universidade de Lisboa ou Fundação Calouste Gulbenkian, realiza-se no dia 10 de novembro, na Aula Magna. O bilhete são 5 euros, com almoço incluído (à venda aqui).