Insónias: conselhos para acabar com as noites mal dormidas

As insónias são um dos grandes obstáculos ao bem-estar do nosso corpo e mente. Quando dormimos bem, o nosso cérebro funciona melhor, temos mais energia e até a disposição melhora. Pelo contrário, quando passamos as noites em claro, dificilmente conseguimos estar a 100%. Mas há alternativas para mudar este cenário.

Texto de Ana Patrícia Cardoso | Fotografia de iStock

Quantas vezes já esteve às voltas na cama e sem conseguir parar de pensar nos problemas que o rodeiam? O trabalho, as relações ou o dinheiro costumam ir para a cama consigo e impedem-no de adormecer tranquilamente. Se esta é uma situação recorrente e está permanentemente cansado, há que fazer alguma coisa. Estes conselhos podem ajudá-lo a acabar com as insónias.

UM QUARTO À SUA MEDIDA

O quarto é para dormir. Não faça dele a sua sala de estar. Crie um espaço de harmonia em que se sinta relaxado assim que entra. Quando acumula muita coisa, está a acumular psicologicamente também. Mantenha-o limpo e com pouca – ou nenhuma – luz à noite. O seu corpo precisa de escuridão para libertar melatonina (uma das hormonas do sono), por isso, feche as janelas ou use uma máscara para os olhos. Desligue telefones e computadores pelo menos uma hora antes de dormir. As luzes dos aparelhos e a quantidade de informação que está a receber ao fazer scroll nas redes sociais não ajuda em nada o seu descanso.

DEITAR SEMPRE À MESMA HORA

Esta rotina é importante para habituar o seu corpo a «desligar» a uma determinada hora. Como o acordar também. Evite hábitos durante o dia que possam perturbar esse momento. Dormir sestas, tomar demasiados cafés, por exemplo. Tire prazer dos momentos antes de dormir. É uma oportunidade para não pensar no que está a deixá-lo nervoso. Não se preocupe, os problemas continuam lá no dia seguinte. Mais vale dormir sobre o assunto. Tome um banho quente para relaxar, crie o hábito de ler ou ouvir música antes de adormecer. Faz toda a diferença.

SE NÃO CONSEGUE DORMIR, LEVANTE-SE

Se está há mais de meia hora a olhar para o teto, sem conseguir adormecer, o melhor é levantar-se. Seja quando se deita ou se acordou durante a noite e está neste impasse. Saia da cama e encontre outro sítio confortável e ouça música ou volte a ler. No sofá, por exemplo. Não vai demorar muito tempo até sentir o cansaço a tomar conta. Nesta altura, volte para a cama e vai ver que dorme mais rápido.

ATENÇÃO AO QUE COME E BEBE

O álcool interfere com o seu ciclo de sono, não tenha dúvida. Até pode adormecer quando chega à cama, mas não vai conseguir dormir tranquilamente, para além de acordar repetidamente. Evite grandes refeições ao jantar, principalmente comidas ricas em hidratos de carbono ou picante. O seu estômago pode ressentir-se e não vai conseguir descansar.

NÃO OLHE PARA O RELÓGIO

Uma parte considerável do que nos deixa nervosos quando sofremos de insónias é o facto de vermos as horas a passar. A melhor maneira de não ficar ansioso é resistir à tentação de olhar para o relógio. Não adianta de nada, já está acordado. O melhor é mesmo não saber. Em vez de pensar no tempo de sono que já perdeu, encontre uma posição confortável, revisite alguma memória que o deixe feliz e mentalize-se que amanhã vai correr tudo bem.