O melhor professor do mundo dá 80% do ordenado para ajudar alunos carenciados

Peter Tabichi

Professor queniano Peter Tabichi venceu o Global Teacher Prize e recebeu um milhão de dólares.

Peter Tabichi tem 36 anos e é professor de matemática e física numa zona rural do Quénia. Na sua escola, na vila de Pwani, há apenas um professor para 58 alunos, um único computador e fraco acesso à internet. Quase todos os seus alunos vêm de famílias pobres e cerca de um terço são órfãos ou têm apenas um progenitor. Todos os meses, o professor dá cerca de 80% do seu ordenado para ajudar os alunos mais carenciados.

Mas agora o esforço de Peter Tabichi, que é também frade franciscano, foi recompensado: no domingo, ele recebeu o prémio de melhor professor do mundo atribuído pela Varkey Foundation e com ele um milhão de dólares (mais de 800 mil euros). “Este prémio abre oportunidades aos meus alunos. Diz ao mundo que eles podem fazer tudo o que quiserem.”

Continue a ler aqui.