Peso das mochilas: seis recomendações essenciais

Numa altura em que se fazem os preparativos para um novo ano escolar, é importante pensar corretamente no tipo de mochilas que deve adquirir para que o seu filho não carregue demasiado peso às costas.

Texto de Alexandra Pedro | Fotografia iStock

No ano passado, um estudo da DECO – Associação de Defesa do Consumidor mostrava que 66 por cento dos jovens portugueses transportavam peso a mais nas suas mochilas escolares. «Pesámos 174 crianças e respetivas mochilas e chegámos à conclusão de que 66% dos miúdos da amostra transportavam às costas mais peso do que o recomendável», podia ler-se no comunicado.

O excesso de peso sobre as costas dos estudantes pode traduzir-se em vários problemas, nomeadamente relacionados com a coluna vertebral

O peso da mochila, sabe-se, não deve ultrapassar os 10 por cento do peso corporal da criança ou jovem em causa. A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de vários especialistas não está, no entanto, a ser respeitada.

Este excesso de peso sobre as costas dos estudantes pode traduzir-se em vários problemas, nomeadamente relacionados com a coluna vertebral. Podem também surgir dores nas costas, pescoço e ombros, além de problemas de postura.

Bruno Santiago, neurocirurgião e coordenador da campanha nacional Olhe Pelas Suas Costas, alerta em comunicado: «Hoje em dia as crianças carregam demasiado peso às costas, o que pode provocar dores e problemas potencialmente graves na coluna vertebral a longo prazo.»

E acrescenta num aviso aos pais: «O tamanho, o material da mochila e o peso a transportar são fatores decisivos no momento da escolha, para assegurar o bem-estar da criança e a saúde da coluna em crescimento.»

No final de 2017, o Parlamento propôs 11 medidas para a diminuição do peso das mochilas escolares

No final de 2017, depois da petição pública «Contra o peso excessivo das mochilas escolares em Portugal», o Parlamento propôs 11 medidas para a diminuição do peso das mochilas escolares.

Uma campanha de sensibilização para se monitorizar o peso das mochilas, bem como um estudo realizado pela Direção-Geral de Saúde sobre o efeito das mesmas são algumas das propostas criadas pelo Executivo.

Está também previsto nas recomendações do Governo que as escolas tenham cacifos para todos os alunos, que os manuais escolares tenham indicações sobre o seu peso e que sejam introduzidos suportes digitais nas aulas para substituir gradualmente os livros em papel.

Veja na fotogaleria em cima seis recomendações da campanha Olhe Pelas Suas Costas.