Romã: O fruto da sorte e do amor

Além de bela, é a fruta da sorte e do amor. Como se não bastasse, ainda é amiga da saúde. Alegria, alegria!

Texto de Marina Almeida

BI

Fruto da romanzeira, tem como nome científico punica granatum. Existem cerca de 15 variedades de romã no mundo, uma delas, a Asseria, é portuguesa.
100 gr
Energia: 50 Kcal
Gordura: 0,4 gr
Hidratos de Carbono: 12 gr
Proteínas: 0,4 gr

Origens

Foi um dos primeiros frutos cultivados, com origem na antiga Pérsia (Irão) e nos Himalaias. É historicamente um fruto sagrado, mencionado Bíblia e no Corão. No Budismo é uma das três frutas sagradas.

Nutrientes

É uma das frutas mais saudáveis do mundo. Tem grande concentração de substâncias com propriedades antioxidantes. Fonte de fibra, é rica em vitaminas e minerais, como potássio e ferro. Aliada do coração, do combate ao cancro e do antienvelhecimento.

Usar

Em sumos ou sobremesas. Para extrair os grãos corte o fruto ao meio, segure uma das metades sobre uma tigela e bata a casca com o pilão do almofariz: as bagas saem direitinhas.

Produção

Em Portugal, é a sul, no Algarve, que mais se produz este fruto mas a maior parte das romãs que nos chegam são de Espanha, que é um dos grandes produtores mundiais (a par do Afeganistão, Irão, Israel, Brasil, EUA e Itália).

Na arte

Um quadro (redondo) do pintor italiano Boticelli, Madonna da Romã (c. 1483), mostra a Virgem com o menino em que este segura uma romã. Está na Galeria dos Ofícios, em Florença.