Sente-se sempre triste na altura do Natal? Saiba as razões e como resolver

Nem sempre a época do Natal (e da passagem de ano) é sinónimo de alegria e boa disposição. Se há quem viva estas festividades com enorme felicidade e sentimento de união, também há quem se sinta deprimido, vazio e isolado. Mas como resolver este problema? E porque será que nos sentimentos assim?

Texto de Alexandra Pedro | Fotografia ShutterStock

Para uns é a época mais feliz do mundo: jantares com amigos e família, presentes, luzes natalícias por toda a parte e um espírito de solidariedade e união incrível. No entanto, para outros é totalmente o oposto. A solidão, a saudade e a tristeza dominam os sentimentos vividos nesta altura.

A propósito da dúvida de uma leitora – para a secção Consultório – falámos com a psicóloga Cristiana Pereira sobre o facto de nem sempre nos sentirmos bem no Natal.

«Esta altura do ano pode ser bastante difícil se nos sentimos tristes ou se estamos a atravessar uma fase mais desafiante na vida.»

O caso era o seguinte: «Normalmente, durante este período de festas sinto-me sempre muito em baixo. Sou eu que organizo o jantar e as decorações, mas quando chega o dia não consigo sentir-me feliz. Não tendo qualquer justificação, gostaria de saber se há alguma razão para sentir esta tristeza.»

A psicóloga da Oficina da Psicologia começa por explicar: «Esta altura do ano pode ser bastante difícil se nos sentimos tristes ou se estamos a atravessar uma fase mais desafiante na vida.»

O contraste entre o que seria ideal e como realmente nos sentimos por dentro é enorme, daí sentirmos que não estamos a viver de acordo com o padrão e as expectativas que nos são incutidos, de alegria e felicidade constantes.

Segundo a especialista, parte desta sensação de mal-estar pode também estar relacionada com o stress e o desgaste relacionados com os preparativos para as festas. «O jantar, os doces, as decorações de Natal e a correria aos presentes podem resultar em apatia e falta de energia» na altura em que seria para desfrutar o momento.

Sem esquecer ainda que esta temporada pode ser um frenesim de atividades desgastantes, com níveis de stress significativos, o que pode resultar depois num estado de apatia ou falta de energia, sublinha Cristiana Pereira: «Estas sensações podem ganhar uma proporção maior quando sentimos que temos de arcar com a maior parte das responsabilidades na preparação de toda a festa.»

«Estas sensações podem ganhar uma proporção maior quando sentimos que temos de arrecadar com a maior parte das responsabilidades na preparação de toda a festa.»

Há ainda outros fatores que podem condicionar as suas emoções, como o sentimento de solidão ou vazio, acrescenta a psicóloga: «Para algumas pessoas, esta altura é sentida como uma época de solidão, já que traz memórias menos boas ou de alguns familiares que se encontram mais distantes».

Também os dias mais curtos durante o inverno podem contribuir para um humor mais depressivo. «Quem está deprimido pode sentir-se triste, sem esperança ou sem valor, perde o interesse em coisas de que costumava desfrutar, dorme muito ou pouco, tem dificuldade na concentração, pouca energia, alterações no apetite ou no peso», diz.

E sim, existem algumas formas de contornar estes sentimentos menos positivos, afirma Cristiana Pereira. Veja na fotogaleria como melhorar o seu estado de espírito por esta altura.


Veja também:

Como o stress pode ser bom (na dose certa)