«Urino com muita frequência. É normal com o avançar da idade?»

Temos consultório aberto 24 horas por dia, todos os dias, pelo e-mail consultorio@dnlife.pt. Envie as suas dúvidas sobre saúde e bem-estar, físico e mental. Nós respondemos, com a ajuda de médicos e especialistas.

Hoje, Paulo Príncipe, urologista no Centro Hospitalar do Porto, responde a esta questão relacionada com a frequência urinária.

Ultimamente tenho ido mais vezes à casa de banho urinar, chego a acordar durante a noite, e não aumentei a ingestão de água. A cor da urina também me parece diferente (mais amarela). Sou mulher, tenho 59 anos, e gostaria de saber se esta é uma situação normal da idade ou se devo recorrer a um especialista.

O aumento de frequência urinária pode ser secundário a várias patologias, algumas fora do sistema urinário. A simples perturbação do sono pode ser a causa deste sintoma. Este sintoma isolado raramente traduz doença importante e se não for incomodativo não necessita de investigação clínica.

Se estiver associado a dor ou ardor pode estar relacionado com uma infeção urinária, se associado a uma vontade súbita de urinar (urgência) com ou sem perda involuntária de urina (incontinência) pode ser indicativo de bexiga hiperativa e poderá, no caso de interferir com a qualidade de vida, necessitar de avaliação clínica e eventual tratamento.

Habitualmente a mudança de hábitos como ingerir menos líquidos no fim do dia e/ou tomar medicação com efeito diurético preferencialmente no início do dia pode corrigir esta frequência urinária durante a noite. Se estas mudanças não surtirem efeito e este sintoma afetar a sua qualidade de vida, deve falar com o seu médico de família e, se necessário, com o seu urologista.

Dormir muito aumenta risco de doenças cardíacas, diz estudo